"A gente não tem jeito, e eu ainda gosto. Você, com esse jeito de quem não liga pra nada, ou melhor, não liga pra mim. E eu, que entro no seu jogo, e faço a mesma coisa. E a gente entra em um batalha não dita. Dois idiotas. E então você dá um jeito de me dizer que vai sair, e me enlouquece. Porque eu sei que vai ter mil outras a sua disposição, e o que eu faço? Eu faço tudo, menos tirar satisfações. Porque não quero que você saiba que eu me importo. Porque eu não queria me importar. Mas você volta, como se nada tivesse acontecido, como se a gente fosse a mesma coisa. E o que eu faço? Eu entro no seu jogo, eu faço a mesma coisa." 

E então somos nós por alguns instantes, outra vez. Oposicoes. 






"Eu queria apenas deitar no teu peito, ouvir o som do teu coração." 

Clareiras.